Atriz Pernambucana fala de sua personagem homossexual em “Onde Nasce os Fortes”.


Um oásis de humor em meio à aridez do sertão retratado em “Onde nascem os fortes”. Assim pode ser definida Gilvânia, a divertida motorista do todo-poderoso Pedro (Alexandre Nero). Ser porta-voz dos poucos momentos de descontração da supersérie é motivo de alegria para a pernambucana Clarissa Pinheiro, intérprete da personagem homossexual que sempre se anima quando belas moças atravessam seu caminho. Nem Maria (Alice Wegamann), namorada de Hermano (Gabriel Leone), que vem a ser filho de seu patrão, escapou desse radar que fica ligado 24 horas por dia.

— Gilvânia é leve e bem engraçadinha. Ela vem como um respiro, uma gota d’água, em meio à dureza do sertão. Gilvânia não desrespeita a dor de tudo que a cerca, mas procura olhar a vida de uma forma mais serena. Ela também é muito saidinha, gosta bastante de paquerar. Não vou dizer que minha personagem vai se apaixonar por alguém, talvez se apaixone por várias pessoas — diverte-se a atriz, casada com o ator e diretor Rafael Machado.

Related posts

Deixe uma resposta